O amuleto Tjet (Tyet) - Isis




Tjet (Tyet)


O Tjet (Tyet, Tet, Tit, Tat, That, Thet) é também comumente conhecido como o "Nó de Isis" ou cinto de Isis. Alguns estudiosos discutiram que o símbolo era originalmente uma variante do ANKH.
Ele tem uma aparência similar (exceto seus "braços" são dobrados para baixo) e também poderia ter um significado semelhante, por vezes traduzido como "VIDA". Como um hieróglifo que representava o amuleto TJET,
O Tjet era normalmente utilizado para decorar as paredes e as colunas dos templos egípcios, frequentemente aparecendo como DJED e ocasionalemnte aparecendo como ANKH.
O símbolo também aparece em inúmeros ítens associados ao enterro, incluido sarcófagos e santuários. Ocasionalmente o símbolo aparece como uma deusa personificada usando um vestido amarrado e também foi utilizado como emblema do escritório do "kherep-ah" (o gerente do palácio)
Acredita-se que o Tjet vem do período pré dinástico e era um símbolo decorativo bem popular da 3ª Dinastia (Reino antigo), e muitas vezes aparecendo lado a lado - ANKH e DJED. Neste período inicial o DJED foi combinado algumas vezes com o rosto de BAT ou HATHOR como um símbolo de seu culto.

No Novo reinado, o símbolo foi claramente assossiado a ISIS provavelmente devido sua frequente associação com o DJED o qual estava associado a seu marido OSIRIS.
Assim o DJED pode ter representado o poder masculino enquanto o TJED representava o poder feminino. O símbolo também estava associado a NEPHTHYS devido ela estar ligada aos rituais de sepultamento e ressurreição.
A partir do 3º Período Intermediário, o símbolo era frequentemente visto em estátuas como um pingente ao final de um cinturão.

Existem muitos debates a respeito deste símbolo. Ele é similar a um NÓ dado para manter as peças em seu lugar e é frequentemente chamado de "NÓ DE ISIS".
Alguns estudiosos acreditam que os "NÓS" serviam para "manter a magia" mas isso não foi considerado como uma sugestão razoável.
Entretanto, outros estudiosos sugeriram que esse simbolo poderia ser realmente o "CINTURÃO DE ISIS" ou o "SANGUE DE ISIS" como símbolo que representa o pano de higiene feminina durante o período menstrual ou uma espécie de amuleto para ajudar as mulheres a lidar com as cólicas menstruais.
Outros ainda sugerem que ele representa os orgãos reprodutores femininos e mostra ISIS no papel da MÃE UNIVERSAL.
Embora não tenhamos a certeza do significado original deste símbolo, ele parece ser uma ligação para o sangue, o poder e a regeneração.
O "LIVRO DOS MORTOS" afirma que o amuleto TJED precisa ser feito de uma pedra vermelha (tal como a coralina, o jaspe vermelho ou vidro vermelho) e enterrado junto com a múmia. De acordo com seu antigo texto:
"O sangue de ISIS, os feitiços de ISIS, as mágicas palavras de ISIS manterão este grande forte e deverá protegê-lo daqueles que tentarem prejudicá-lo".
Entretando o TJED não é sempre encontrado em vermelho. Tutankhamun foi enterrado com um belo TJET azul feito em turquesa e amuletos feitos em plátano dourado (árvore sagrada dedicada a Nut, ISIS e Hathor)
copyright J Hill 2010


Deixe um comentário